O Apanhador no Campo de Centeio – J.D. Salinger

O_APANHADOR_NO_CAMPO_DE_CENTEIO_1337294409P

O Apanhador de Centeio é um daqueles livros que por mais que tenhamos ganhado com sua leitura, acabamos perdendo muito mais, sim digo isso porque quando cheguei ao seu fim fiquei com a sensação de perda, pois sempre que leio alguma coisa tão potente ganho uma leitura maravilhosa, mas é um livro genial a menos para se ler.
Na historia o protagonista Holden descobre que vai ser expulso do colégio, e após brigar com seu colega de quarto decide fugir da escola, ao longo do livro ela acabará tendo vários encontros em Nova York com; um cafetão e uma prostituta, duas freiras, um ex colega de escola, uma garota do qual ele já foi afim, dentre tantos outros.
Ninguém (digo nenhum dos personagens) passa pelo livro sem ser atingido pelo humor ácido de Holden, como o bom adolescente que ele é tudo é chato, desinteressante, inclusive as pessoas que passam ao longo da trama, que segue durante o passeio dele na cidade de Nova York, após um bocado de páginas e desventuras, Holden decide que quer ir para o campo, mas antes disso quer encontra a sua irmã Phoebe para que possa se despedir. (Não sei se foi somente comigo, mas a cada vez que o personagem fazia digressões, sobre ir morar no campo, me batia uma enorme sensação de derrota e desespero, acho que por que fica evidente a todos que isso é só um consolo onde o leitor poderá ler nas entrelinhas que tudo esta perdido, e nada poderá salvar Holden, alias também é bem interessante isso salvar como? Qual o grande vilão do livro? Isso é algo que eu não saberia dizer exatamente talvez seja a situação como um todo, em que o detalhe da expulsão tenha sido apenas a gota da água).
É interessante notar que o livro esta cheio de gírias ou frase típicas de um adolescente, tem também uma agilidade de texto incrível, sem que se possa dizer que ela se constitui de movimentos físicos no livro, pois esta agilidade textual se da pelo pensamento de Holden que vai criando analogias entre acontecimento presentes e memórias suas dentre as quais estão lembranças de outros adolescentes, do seu irmão morto, a que diga que Holden é um adolescente Típico e chato, mas há no livro elementos que apontam sua identidade diferente, como o fato de odiar cinema, aos invés de se desentender ele ama a irmã entre outros que o leitor poderá descobrir de forma prazerosa lendo o livro, particularmente achei o personagem um bocado divertido, acho que apesar de nunca ter visto Dr House, acredito que Holden seja igual o personagem principal da série um chato carismático.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s