O verão sem homens- Siri Hustvedt

O_VERAO_SEM_HOMENS_1370368538B

A premissa do romance O verão sem homens, da escritora norte americana Siri Hustvedt, é quase banal; Boris é um neurocientista casado com Mia, uma poeta e filósofa, há trinta anos, mas um dia ele decide dar um tempo em seu casamento, o tempo em questão é o fato de ele ter se apaixonado por uma colega de trabalho, vinte anos mais nova. Mia acaba surtando e   após uma pequena internação decide passar as férias em sua cidade natal junto com sua mãe, nesta mesma cidade ela dará uma oficina de poesia para meninas adolescentes.

Mas atrás desta aparente simplicidade se esconde um vasto painel, onde Hustvedt busca mostrar as diferentes fases e nuances da vida das mulheres, desde a mãe de Mia e suas amigas octogenárias e viúvas, conhecidas como os cisnes, por fazerem parte de um seleto grupo de mulheres que conseguiram se manter lúcidas e com certa independência, passando por suas jovens alunas que se dividem entre agressoras e vítimas de bullying, ou por sua nova vizinha que  está  em uma fase de casamento onde já acabou o encantamento do início da relação e entrou em uma fase de constantes brigas com o marido.  Mas somente as mulheres terão destaque, os poucos homens que parecem na narrativa são por tempo curto, e em sua maioria são personagens caricatos

E é claro na própria Mia temos mais alguns moldes femininos; a mãe que já tem uma filha crescida e ao mesmo tempo a filha que tem uma mãe idosa, a mulher que era a deslocada na infância e acabou amadurecendo dentre tantos outros.  Porém Mia não é uma mulher achatada a estereótipos, o leitor se depara com uma acadêmica culta que é ao mesmo tempo uma poeta muito criativa e inusitada.

 O verão sem homens é um livro híbrido de ensaio e romance que narrado por Mia vai fundo em meio aos seus pensamentos, que nada mais são do que pequenos ensaios disfarçados de pensamentos da personagem, refletindo a condição tanto de Mia, quando das outras mulheres ao seu redor, criando assim várias camadas de possíveis interpretações desta obra.

Mesmo dando a impressão de ser um livro bem denso, O verão sem homens, em menos de 200 páginas (192, para ser exato) pode ser lido como um simples romance de entretenimento seja por causa do humor com que Mia conta tudo o que lhe passa pela mente, ou seja simplesmente porque a autora escreveu um livro bom o suficiente para não deixar que o leitor se entedie.

Anúncios

2 respostas em “O verão sem homens- Siri Hustvedt

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s