Os da minha rua – Ondjaki

OS_DA_MINHA_RUA_1386480736B

Um dos grandes perigos que se tem ao escrever memórias ou crônicas sobre a infância é que elas podem vir a se tornar um texto que reflete um lugar comum, e isso se deve pelo fato de que em muitos aspectos a infância tem seus pontos iguais, como aquela rua em que  morou, ou as primeiras paqueras, a escola, ou até mesmo situações que se percebem de uma forma quando somos criança, mas quando nós tornamos adultos entendemos de outra forma, pois antes não  tínhamos ainda uma bagagem para compreender algo.

E é aí que peca o escritor angolano Ondjaki, as suas vinte e duas crônicas sobre sua infância não têm grande originalidade, nem conseguiram despertar meu interesse, aquilo que ele escreve ali em geral é marcado por lugares comuns, desde a escolha de narrar todas as histórias sobre a ótica de uma criança, que é um recurso batido, até tentar fechar suas crônicas com frases ou momentos de efeitos, armados simplesmente para que a história tenha  um peso, seja ela de lição ou de humor,  ao menos isso ajuda a dar um pequeno toque de qualidade na obra, já que em matéria daquilo que  é narrado fica muito a desejar.

Outros dois fatores que me incomodaram e muito é o tom que ele narra; faz parecer que ele já tem uns 60 anos, pelo estilo nostálgico e tom forçado de sabedoria, isso somado a higienização que o livro sofre, que beira o patético, não existe momento de confronto contra a realidade, não existe sentimentos maus, enfim, lembra mais os filmes da Barbie com seu mundo rosa perfeito do que uma infância real.

Em tudo isso o que me preocupa mais ainda é que se algum adulto pegar este livro para ler pode achar que é um ótimo livro para estar nas escolas e estimular as leituras dos jovens, e sinceramente ele não é, não sei que tipo de adolescente  foi você que está lendo esta resenha, mas eu quando fui adolescente  queria ler histórias  diferentes daquilo que eu estava vivendo, afinal se eu  já ia na escola, tinha minhas pequenas aventuras com meus primos,  e meus pequenos aprendizados porque  eu iria ler um livro que  fala daquilo que estou vivendo? Ao contrário,  este livro serve muito mais à quem já tem mais de 35 ou 40 anos, ao menos penso desta forma, que quer relembrar  sua infância.

Anúncios

Uma resposta em “Os da minha rua – Ondjaki

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s