O testamento do Sr. Napumoceno – Germano Almeida

O_TESTAMENTO_DO_SR_NAPUMOCENO_1237752773B

Uma das coisas que eu dou prioridade na hora de escolher minhas leituras é a de que sejam livros dos mais diversos países, isso para mim é uma forma de conhecer outros locais e culturas, das quais possivelmente só irei conhecer através da literatura.  E foi com base neste critério, entre outros, que decidi ler O testamento do Sr. Napumoceno, do escritor cabo-verdiano Germano Almeida, cuja estória obviamente se passa em Cabo Verde, mais precisamente na ilha de São Vicente.

Ao morrer o Sr. Napumoceno deixou um testamento de trezentas e oitenta e sete laudas, onde contava inúmeros detalhes de sua vida e de como conseguiu se tornar um importante comerciante e respeitado membro da sociedade   da ilha de São Vicente, e também várias instruções sobre seu próprio funeral.   A descoberta deste testamento é algo que surpreende a todos, já que o Sr. Napumoceno sempre foi alguém completamente discreto e metódico na forma como conduziu sua vida até então.

O que mais surpreende a todos é no mesmo testamento   O Sr. Napumoceno decidir revelar que tem uma filha, não reconhecida, Maria da Graça, fruto das constantes relações sexuais que teve com a mãe dela Maria Chica, que era encarregada da limpeza do escritório. É para Maria da Graça que ficou tudo o que o seu pai possuía em vida, e isso logo desperta a inveja do sobrinho Carlos, que   sempre se aproveitou do tio e tramava pelas costas do mesmo, e que também jurava que iria ficar com a herança toda para ele.

Após o choque inicial Maria da Graça decide buscar saber mais sobre seu pai, como ele enriqueceu, como cresceu e entre suas buscas ela acaba se deparando com a figura de Adélia, o grande amor de seu pai.  Diante dela os escritos que seu pai foi escrevendo ao longo da vida vai descortinando um leque das relações desde a fiel empregada d. Eduarda, até mesmo as suspeitas e posteriormente confirmação das tramoias do seu sobrinho Carlos.

Ao longo de 158 páginas Germano Almeida vai descortinando em um tom bem-humorado toda uma pequena saga da vida deste fascinante personagem, que de pequena aqui só a quantidade de páginas, já que a vida do Sr. Napumoceno é completamente aproveitada e bem vivida. Este livro é uma pérola da literatura Cabo verdiana, ao final dele eu como leitor só tenho uma queixa:   que seja lançado no Brasil mais livros deste autor divertidíssimo.

Anúncios

2 respostas em “O testamento do Sr. Napumoceno – Germano Almeida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s