O romance inacabado de Sofia Stern – Ronaldo Wobrel

O_ROMANCE_INACABADO_DE_SOFIA_S_1462037568581802SK1462037568B

Se existe um aspecto da literatura brasileira contemporânea que me incomoda profundamente são os livros que só possuem inovação de estilo, mas que em contrapartida tem tramas fracas e quase sempre patéticas. Em outras palavras e de forma mais simples; falta na literatura nacional boas histórias, que o leitor possa ler simplesmente pelo prazer de virar as páginas e se divertir com aquilo que está sendo narrado ali, falta sobretudo aquele acordo tático entre autor e leitor de que o autor manterá a atenção do leitor ali, e em troca o leitor será capaz de apreciar sua obra. E eu estou dizendo isso para simplesmente deixar claro que mais uma vez tive o prazer de ler um dos livros que é uma rara exceção daquilo que eu disse acima.

O romance inacabado de Sofia Stern chegou em casa sem aviso prévio algum, vindo pelo correio e enviado por uma amiga que eu aprecio muito as dicas. Ao abrir o livro eis que me deparo com uma dedicatória do autor para mim, ou seja era recém lançado. Conhecendo minha amiga que me deu tal presente eu soube que aquilo queria dizer de forma clara e incisiva: leia, você precisa conhecer as obras de Ronaldo Wobrel! E então eu li.

Ronaldo (o personagem) vive tranquilamente em Copacabana com sua avó Sofia Stern, e eis que um dia ele recebe uma ligação de uma juíza da Alemanha que acaba deixando claro que sua avó pode ser a herdeira de uma grande fortuna, mas para isso ele tem que provar que a fortuna pertence mesmo a sua avó, e então ambos embarcam para a Alemanha, em busca de provas que mostrem que sua avó é mesmo a Sofia Stern que herdou toda aquela fortuna.

Toda a fortuna, em sua maioria composta por joias, fora deixada a Sofia por sua amiga Klara. Klara e Sofia foram grandes amigas durante a juventude de ambas, na Alemanha nazista, mas logo que começa a perseguição aos judeus a vida de ambas passam a trilhar caminhos diferentes, e em alguns momentos seus novos caminhos se cruzam, em especial quando uma passa a necessitar de favores da outra para seguirem em frente com suas vidas.

Eu não vou contar nesta resenha tudo que acontece dentro do livro, mas uma coisa que merece destaque é a identidade de Sofia como refugiada, ou melhor a perca de identidade  me deixa pensando em o que é possível descartar como registros, nomes, passado e tudo aquilo que é concreto e material, e em contrapartida aquilo que não é possível fazer-se perder; memórias, sentimentos, forma de pensar e de agir, traumas, sonhos. E em se tratando de refugiados esta troca de identidade é um delicado jogo de equilíbrio entre aquilo que se precisa ceder, e consequentemente mudar, e aquilo que não se quer deixar pata trás, ou seja uma linha tênue entre necessidade e escolha daquilo que vai mudar em sua identidade.

Outro detalhe que me deixou encanto foi o quanto de informações reais do período nazista existe no livro, sem que isso o torne maçante ou cansativo, o autor demonstra plena competência em dosar informações no momento certo de forma que acrescenta qualidade a narrativa, sem com isso criar descrições desnecessárias.

O romance inacabado de Sofia Stern consegue atingir assim como todas as grandes obras várias categorias, tornando –se assim impossível de ser classificado em um único gênero, podendo tanto ser definido como romance histórico, quanto como auto ficção, ou romance de aventura, melhor do que isso é só o fato de que este romance tanto pode ser lido como uma pequena obra de arte, quanto como um livro para simplesmente se divertir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s