Sergio Y. vai à América – Alexandre Vidal Porto

SERGIO_Y_VAI_A_AMERICA_1457841044287141SK1457841044B

(Está resenha contém spoilers, então caso você ainda não tenha lido este livro, espero que não se importe com spoilers, ou então leia o livro, e depois volte aqui e comente a resenha)

Até Sergio Y. vai à América ser lançado, escrever sobre transexualidade com uma visão otimista parecia inconcebível. Os escritores pareciam não notar    as boas perspectivas que existem sobre o tema, e quando passamos a olhar um tema   de uma única forma consequentemente perdemos um espaço importante que seria muito melhor aproveitado se passássemos a questionar a forma como olhamos.  Cada vez que decidimos encarar um assunto de uma nova forma a própria arte em si ganha, ganha em originalidade, e em maturidade na abertura de novas perspectivas e novos debates.

Eu não posso falar sobre Sérgio Y. vai à América do escritor Alexandre Vidal Porto sem   com isso revelar um segredo da trama, o fato de que nela um dos dois personagens centrais é um transexual, e este detalhe    foi o que mais chamou a atenção de todos os leitores, meu inclusive que decidi ir atrás do livro após isso, e sobretudo porque ando muito interessado em ler livros com a temática gay, lésbicas, bissexuais, transexuais.

Armando é um psiquiatra renomado, de setenta anos, ele vive na cidade de São Paulo em um bairro nobre, e pertence a classe média. Ele é   um profissional bem-sucedido e respeitado, acostumado a selecionar quem ele tem interesse de atender em seu consultório. Mas   por mais que ele tenha sido bem-sucedido em várias coisas da sua vida, um antigo paciente o assombra, Sergio Y, um garoto que ele atendeu, quando o paciente ainda tinha dezessete anos.  Sergio era de classe média, tinha boas notas, família bem estruturada e tudo que materialmente parece fazer uma pessoa feliz, mas apesar de tudo ele é permanentemente infeliz. Ele acaba frequentando algumas sessões, mas logo decide interromper o tratamento, pois teria descoberto como se tornar feliz.

Um dos pontos fortes da narrativa é redirecionar o papel de psiquiatra para dentro da trama, quando o leitor na vida de Sergio e nos dando uma figura de um médico mais humanizado e muito menos onisciente, fazendo com que o leitor se sinta dentro da sala de análise. E posteriormente não só dentro do consultório, mas na vida de Sergio, e na do doutor Armando, deixando claro que não só Sergio estava em uma busca por sua identidade, e felicidade, como o próprio médico, posteriormente, passa a estar envolvido em uma busca, por respostas, para aplacar sua consciência.

O que chama a atenção em Sergio Y. vai à América é que   o livro fala de transexualidade e disforia de gênero, mas não se tem aqui um personagem marginalizado, ou em um contexto profundamente infeliz, como é retratado na maioria de relatos deste tipo, e aqui estou pesando sobretudo nos casos relatados em jornais, já que fora este o outro único livro que li com personagens transexuais é O lugar sem limites de José Donoso. Ao contrário este é um romance belo, e profundamente terno.

Sergio Y. vai à América não é um livro cheio de altos e baixos, e aí reside o grande mérito dele, é um livro muito regular e constantes, ele começa com um bom tom e ritmo, e se mantém assim até o final, não sofre grandes quedas em qualidade, e tampouco o autor cede a tentação de criar algo muito maior, e consequentemente desproporcional a aquilo que ele se propõe a narrar. Em suas   184 páginas o leitor tem em mãos um livro com uma prosa elegante, que conduz ao leitor uma bela história de transformação, e crescimento na busca de si mesmo, e o quanto   se auto conhecer está relacionado a felicidade de cada um.

Anúncios

4 respostas em “Sergio Y. vai à América – Alexandre Vidal Porto

  1. Gilberto, concordo com seu ponto de vista sobre este texto.
    O autor é elegante e linear ao tratar de um tema tão dramático e espinhoso com a transsexualidade.

    Agora, tu de cara revela o clímax do livro, ai num pode rapaz rs.

    Hug

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s